A minha experiência no Meo Sudoeste: O Campismo

by - 01:00:00

Olá a todos!



Sim, o título do post de hoje não está errado, eu fui mesmo a um festival e hoje venho contar-vos todos os pormenores e, também, dicas para quem nunca foi a um festival com campismo!
Eu sei que existem milhares de posts sobre o Meo Sudoeste mas, na minha opinião, cada um tem experiências diferentes portanto eu decidi partilhar a minha experiência nesta última edição do Meo Sudoeste.

Como sabem, a edição deste ano foi entre os dias 7 e 10 de agosto, tendo o campismo aberto no dia 3 de Agosto. Embora muitos cambistas vão logo no primeiro dia de festival, eu apenas fui no dia 6 de agosto ao final do dia dado que a minha zona já estava meio que ''guardada''. Posso dizer-vos que de toda a experiência, o que me deixada mais stressada era o campismo dado que eu nunca tinha acampado na vida e não sabia o que levar, nem o que estava à espera. Portanto, para quem pensa em ir acampar, deixo-vos aqui uma pequena lista com essenciais que são sempre necessários para um campismo:

  • Tenda
  • Saco de Cama
  • Corda/cordel
  • Sacos
  • Toalhitas
  • Lanterna
  • Repelente
  • Protetor Solar
  • Produtos de higiene
  • Comida enlatada e de pacote
  • Cartão para colocar à entrada da tenda
  • Carregador
  • Power Bank
  • Utensílios de cozinha
  • Toalha
  • Chinelos
  • Kit de Primeiros Socorros
  • Toalha
  • Roupa
  • Muita água
Esta lista não está de todo completa, havendo sempre algo a acrescentar ou até mesmo que poderá não ser usado. Quando estava a pesquisar o que levar para o Sudoeste, eu vi muitas pessoas a dizerem para levar uma vassoura para varrer a tenda devido à quantidade de pó que trazemos nos sapatos, algo que eu achei bastante parvo, mas depois de experimentar recomendo imenso pois ajuda bastante a manter a vossa tenda minimamente limpa.

Mas antes de termos que limpar tendas, temos mesmo que nos preocupar com o que levar a nível de roupa. Pela minha experiência, recomendo bastante que levem roupas mais velhas e bastante confortáveis, pois com a quantidade de pó que apanhamos elas sujam-se rapidamente. Recomendo também que levem casacos ou sweats, pois o tempo naquela zona tem tendência a ser bastante bipolar(imenso calor durante o dia e um frio de rachar durante a noite). Já em relação a calçado, levem os ténis mais velhos que tiverem e um par de chinelos, igualmente velhos,para ir ao canal e tomar banho. Quanto à questão do pó, embora eles evitem bastante a existência de tal, pois molham a estrada o que forma lama, o que na minha opinião é muito pior, é inevitável não nos sujarmos com tal portanto, preparam-se para levar com bastante pó.


Já em relação a comida, acho que sem dúvida enlatados e empacotados serão a melhor opção, dado que dificilmente se estragam e não é necessário cozinhar. Contudo, podem também cozinhar no acampamento dado que eles disponibilizam uma pequena cozinha para cozinhar e lavatórios para lavar a loiça mas, pelo que vi, para conseguirem cozinhar têm que ir extremamente cedo e quanto a lavar a loiça, recomendo bastante a irem depois de serem desentupidos(sim, porque existem pessoas que colocam comida nos lava loiças). Caso não queiram levar comida, podem sempre comer nos restaurantes existentes dentro do próprio parque a preços bastante simpáticos, ou então ir à vila apanhando os autocarros gratuitos que estão sempre a passar). Contudo, muitas pessoas levavam o camping gas e acabavam por cozinhar dentro do próprio acampamento. Caso vos falte algo, podem utilizar o continente online que esteve disponível 24 este ano, ou rumar à vila para tentar ir a um supermercado que nesta altura costumam estar bastante cheios mas que é worth a shot.


Agora que a questão da roupa e da comida já está arrumada, passemos à parte da tenda. Como sabem, centenas de milhares de pessoas rumam aquela zona para acampar e ir ao festival durante esta altura do ano portanto o meu conselho é: se querem arranjar um bom lugar, vão para lá cedo e logo no primeiro dia. 

Outra coisa que aconselho bastante a levarem é uma rede e/ou uma lona grande, não só para fazer de toldo no acampamento, mas também para delimitar espaço para que tenham um pouco mais de privacidade e não tenham tendas coladas a vocês. Contudo, não recomendo nada que abusem muito do espaço pois, como sabem existem mais pessoas que querem acampar podendo, assim, gerar um pouco de confusão caso estejam a ocupar muito espaço. 


Em relação ao interior da tenda, recomendo muito que levem algo para colocar debaixo do saco de cama pois, como sabem, o solo é bastante irregular e, embora não se sinta bastante acreditem, as vossas costas vão agradecer MUITO.
Depois do pequeno ''condomínio'' estar construído, recomendo imenso que levem mesas e cadeiras, não só para fazer as refeições, mas também para estar sentado com os amigos a relaxar. 



Falando em relaxar, como sabem o campismo do Meo Sudoeste é conhecido pelo famoso canal, um pequeno canal fluvial onde corre água e, embora eu já tenha lido e ouvido milhares de histórias sobre o tal canal, posso dizer que a minha experiência foi totalmente oposta. Como é óbvio, o canal não é algo muito grande portanto, se quiserem arranjar um bom lugar têm que ir para lá cedo, mas eu também já fui em horas que estava cheio e acabei por arranjar um lugar portanto, não vejo nenhum problema em irem às horas que vos der mais jeito. 

De seguida, algo que tinha ouvido falar imenso, era o quão perigoso era descer para canal dado que só possui umas escadas dum lado do canal, possuindo cordas nos outros lados. Pessoal, se vocês souberem descer um escorrega então conseguem entrar no canal facilmente, bastante sentarem-se e começarem a deslizar contudo, cuidado para não estragarem o fato de banho pois o solo é meio anti aderente. No que toda a subida, caso não subam pelas escadas, bastante segurarem-se à corda e irem andando para cima como se estivessem a escalar, é algo bastante simples e rápido. 
Algo que me disseram que poderia incomodar era o facto de conseguir ver o fundo no canal devido ao lodo. A mim não me incomodou nada e sinceramente até meio que se conseguia ver o fundo mas, como é óbvio, era bastante fundo portanto não conseguíamos ver o solo com exatidão. Eu, na minha opinião gostei bastante do canal, mas se forem mais adeptos de mar podem apanhar o autocarro para a vila que possui praia, só recomendo que tenham cuidado em relação ao mar dado que é bastante perigoso. 



Estamos na geração da tecnologia como tal, não conseguimos viver sem o nosso telemóvel e manter a bateria neste tipo de eventos consegue ser bastante complicado. Embora houvessem vários pontos para carregar os telemóveis, os mesmo estavam sempre cheios portanto, se tiverem uma boa powerbank recomendo muito que levem pois será necessária. Caso não tenham, a meu ver as melhores para carregar os telemóveis são durante os concertos ou então às 4 da manhã quando o palco principal fecha. Embora seja bastante complicado carregar o telemóvel, após a abertura do festival encontrarão mais spots para carregamento de telemóveis. Algo que também recomendo bastante é levarem uma extensão, pois assim podem carregar mais ao mesmo tempo. Em relação ao Wi-Fi, a MEO disponibilizou pontos de wi-fi por todo o campismo portanto tal não é problema.

Como mencionei anteriormente, o pó neste tipo de eventos está sempre presente contudo, na edição deste ano, a LG disponibilizou o serviço de lavandaria para lavar a roupa contudo, a meu ver, as filas eram muito grandes o que acabava por não compensar portanto, sem dúvida alguma recomendo que levem mais roupa e depois lavem quando chegarem a casa.


Contudo, não só a roupa tem que ser mantida limpa, nós mesmo também. Acho que para quem vê publicações sobre o sudoeste não é novidade os famosos banhos de água fria em zonas comunitárias, este ano, animadas pela moche. Embora existam muitos chuveiros, existem ainda mais pessoas que querem tomar banho sendo, a meu ver, a hora mais calma talvez por volta do meio dia ou das 4 da tarde. Podem também tentar tomar banho por volta das 4 da manhã, acredito que esteja vazio, mas também acredito que não seja muito confortável tomar um banho ao ar livre com água fria às 4 da manhã numa zona que faz imenso frio. 

Em relação às casas de banho, sem dúvida alguma que me chocou imenso. Para evitar as famosas casas de banho portáteis, eles criaram casas de banho ''orgânicas'' onde basicamente uma pessoa entra numa cabine que tem um buraco para um caixote do lixo onde faz as suas necessidades e depois tapa com feno. Embora seja muito bom para o ambiente, confesso que não me deixou bastante desconfortável, não só por não haver a mínima higiene, mas também porque muitas pessoas acabavam por pôr lá o que não se devia. Como esses caixotes só eram trocados de 3 em 3 dias, ao 3º dia o cheiro já era mesmo insuportável. Eles possuem também uma zona para lavar os dentes, mas era tão pequena que as pessoas acabavam por lavar com água engarrafada nas suas tendas.

Por último, mas não menos importante, acho que devemos falar sobre o ambiente e a segurança. Antes de ir para o Meo Sudoeste ouvi de tudo, desde violações a roubos. Como é óbvio tal assustou-me imenso contudo, não cheguei la deparei-me com um cenário bastante diferente. É óbvio que existiam roubos, mas não era a cada esquina como diziam, pois a GNR andava sempre 24 a fazer rondas, o que não permitia que houvessem muitas situações do género.


Em relação ao ambiente, foi algo que gostei bastante e, uma vez mais, totalmente diferente do que tinha ouvido. Começo por avisar que caso queiram relaxar vão para o sítio errado, pois no meu sudoeste não há um único momento de silêncio, pois se não são os artistas a atuar dentro do festival, são os artistas a pôr música e a cantar dentro do campismo o que, na minha opinião consegue ser bastante divertido. Eu, pela minha experiência, não vi assim nenhuma confusão, apenas uns cartazes bastante originais à entrada de cada tenda mas, sem dúvida alguma que recomendo que façam ''amizades'' com as pessoas que acampam à vossa volta, não só para evitarem eventuais confusões, mas também para salvaguardarem os vossos pertences. 

Como disse no início, esta foi a minha experiência no Meo Sudoeste e acredito que existam muitas mais contudo, sinto que este post poderá ser uma ajuda para quem pensa em ir a um festival deste género pela primeira vez.

Já foram ao Meo Sudoeste? Qual foi a vossa experiência?

FacebookTwitterYoutube & Instagram

Beijinhos e até ao próximo post <3



You May Also Like

8 comentários

  1. Confesso que nunca fui a esse festival, mas gostava de ir! :)
    beijinhos

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  2. Parece um festival bem divertido.
    Os cartazes são bem criativos.
    Beijinhos!

    galerafashion.com

    ResponderEliminar
  3. obrigada pelo comentário <3
    por acaso nunca fui, mas deve ser super giro :D

    www.pinkie-love.com

    ResponderEliminar
  4. Nossa parece um evento muito legal, eu amo acampar, ficar perto na natureza.
    Charme-se

    ResponderEliminar
  5. Acho esse tipo de lugar muito bacana!
    www.achatadebatom.com

    ResponderEliminar
  6. eu não conhecia, achei super bacana a experiência!
    bjs www.diadebrilho.com

    ResponderEliminar
  7. Adorei o seu relato. Nunca tinha ouvido falar do lugar.
    Eu até tenho vontade de acampar mas acho que não é um rolê pra mim...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderEliminar
  8. Adorei o seu post, achei bem interessante, porque amo essas aventuras e naturalismo.
    Beijos.
    Diário da Lady

    ResponderEliminar